Publicidade

Notícias de saúde

Privação de sono pode afetar imunidade

03 de julho de 2012 (Bibliomed). Segundo pesquisadores da Eramus MC University Medical Cente, na Holanda e da University of Surrey, no Reino Unido, privar-se do sono por longos períodos de tempo afeta o sistema imunológico, tornando-o mais frágil.

Para chegar a tais conclusões, os pesquisadores compararam a contagem de glóbulos brancos de 15 homens jovens saudáveis em condições normais (oito horas de sono diárias) e depois de serem severamente privados de sono.

As maiores alterações foram observadas nas células brancas do sangue conhecidas como granulócitos, que mostraram uma perda de ritmicidade dia-noite, juntamente com o aumento do número de células, especialmente à noite.

Os participantes do estudo foram expostos a pelo menos 15 minutos de luz ao ar livre dentro dos primeiros 90 minutos depois de acordar e proibidos de usar cafeína, álcool ou medicamentos durante os últimos três dias para estabilizar seus relógios circadianos e minimizar a privação do sono.

Contagens de glóbulos brancos em um ciclo vigília e de sono normal foram comparados com os números produzidos durante a segunda parte do experimento, no qual amostras de sangue foram coletadas após 29 horas de vigília contínua.

Publicado na revista Sleep, o estudo encontrou que os glóbulos brancos reagiram imediatamente ao estresse físico de perda de sono e diretamente à resposta do corpo ao estresse.

Segundo Kartin Ackermann, coordenador do estudo, os resultados da pesquisa precisam ser confirmados usando mais dados, mas que esse terá implicações para a prática clínica e para profissões associadas ao trabalho por turnos caso seus resultados sejam comprovados.

Fonte: UPI, 30 junho de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: