Publicidade

Notícias de saúde

Estresse na infância pode causar envelhecimento precoce

26 de abril de 2012 (Bibliomed). Traumas e situações de violência vivenciados por crianças podem fazer com que elas passem por processos acelerados de envelhecimento biológico.

O abuso e o estresse na infância já foram associados a um maior risco de doenças e problemas de saúde na vida adulta, e um novo estudo desenvolvido na Universidade Duke (Estados Unidos) mostra que essas experiências podem também acelerar o envelhecimento físico das vítimas.

“Essas crianças são mais velhas do que elas deveriam ser”, explica o pesquisador Idan Shalev, o que poderia colocá-las em risco de morte prematura.

Para investigar essa hipótese, os pesquisadores observaram os telômeros do DNA, que ficam nas pontas dos cromossomos e diminuem com cada divisão de célula. Assim, eles são um indicativo confiável do envelhecimento do corpo. A literatura médica mostra que pessoas que têm telômeros mais longos têm chances maiores de terem tido infâncias tranquilas.

Os pesquisadores acreditam que o estresse seja o causador do encurtamento dessas estruturas, já que a violência causa maiores níveis de inflamação no corpo. Esse aumento na inflamação seria então responsável pelo menor comprimento dos telômeros.

De acordo Shalev, a equipe encontrou evidências de que “o envelhecimento do sistema imunológico de crianças pode ser afetado de forma adversa por estresse severo vivenciado na infância, uma cicatriz que pode permanecer durante décadas. Esse estudo ressalta a importância vital da redução da exposição à violência em crianças – tanto do bullying quanto do abuso familiar”.

Fonte: Live Science, 24 de abril de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: