Publicidade

Notícias de saúde

Solidão pode matar

06 de março de 2012 (Bibliomed). A solidão pode desencadear uma série de impactos negativos na saúde de uma pessoa, causando males físicos e ainda mais dano ao estado emocional do indivíduo.

De acordo com pesquisadores da Universidade de Chicago (EUA), o isolamento social está associado ao endurecimento das artérias, maiores taxas de inflamação no corpo e até mesmo problemas com o aprendizado e a memória. Outro aspecto negativo desse mal é que ele traz ainda mais solidão, fazendo com que o indivíduo veja suas próprias interações sociais como mais negativas e formem impressões piores das pessoas.

E os efeitos nocivos da solidão não são vistos apenas em humanos. Até mesmo moscas de frutas, quando isoladas das outras, têm piores quadros de saúde e morrem antes de insetos que interagiram com outros.

“Assim como a ameaça da dor física, a solidão protege o seu corpo social. Ela avisa quando as conexões sociais começam a se desgastar, fazendo com que o cérebro entre em alerta para ameaças sociais”, explica o pesquisador John Cacioppo. “Estar solitário pode produzir hiper-reatividade a comportamentos negativos em outras pessoas, então pessoas solitárias vêem esses maus tratos como sendo mais pesados. Isso aumenta a probabilidade de que (a pessoa) caia ainda mais dentro da depressão”, completa.

Ou seja, a solidão não é apenas algo que faz com que as pessoas se sintam infelizes. Ela é um risco para a saúde mental e física do indivíduo. É normal que todos se sintam isolados socialmente em algum momento de suas vidas, mas caso o sentimento se torne muito forte é importante que a pessoa procure ajuda profissional.

Fonte: Live Science 2 de março de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: