Publicidade

Notícias de saúde

Prazer sexual feminino está ligado a auto estima, empatia e autonomia

06 de junho de 2011 (Bibliomed). Um novo estudo desenvolvido na Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health afirma que o prazer sexual em jovens adultos entre 18 e 26 anos está ligado a um desenvolvimento psicológico e social saudável.

“A saúde sexual é mais do que a ausência de infecções sexualmente transmissíveis, gravidez indesejada, violência ou outros problemas. É a presença do bem estar”, afirma Adena Galinsky, co-autora do estudo.

Os pesquisadores avaliaram as relações entre os fatores auto-estima, autonomia e empatia e medições de prazer entre jovens homens e mulheres em relacionamentos heterossexuais. Foram usados dados de 3.237 pessoas.

Os cientistas descobriram que entre as mulheres, os três fatores estavam fortemente associados ao prazer sexual, sendo que em homens ele mostrou estar relacionado apenas à empatia. A análise mostrou também que os homens reportaram sentir mais prazer do que as mulheres, chegando ao orgasmo em quase 9 em cada 10 vezes em que faziam sexo com suas parceiras. Para as mulheres, menos da metade das participantes chegavam ao orgasmo com essa frequência.

Para Galinsky, o prazer sexual feminino fortalece a autonomia e a auto estima devido às barreiras que as mulheres enfrentam para se expressarem sexualmente. “Alternativamente, esses fatores desenvolvimentistas podem ser mais importantes para o prazer sexual de jovens mulheres já que eles ajudam elas a quebrarem impedimentos à comunicação sexual e à exploração”, completa a autora.

A pesquisa foi publicada no Journal of Adolescent Health.

Fonte: EurekAlert! 3 de junho de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: