Publicidade

Notícias de saúde

Nível Hormonal Pode Indicar Risco de Depressão em Criança

Por Amy Norton

NOVA YORK (Reuters Health) - Baixos níveis de um hormônio que estimula o crescimento em crianças pode prever que crianças estão sob risco de depressão, afirmam pesquisadores.

Em um estudo com 119 crianças e adolescentes entre 8 e 16 anos, cientistas descobriram que aqueles considerados sob alto risco de depressão apresentavam uma produção menor de hormônio do crescimento, em comparação àquelas crianças com baixo risco de depressão.

Isso, afirmam os pesquisadores, sugere que uma baixa resposta do hormônio do crescimento é um marcador biológico para depressão precoce.

Boris Birmaher e sua equipe, da Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh, na Pensilvânia, relataram suas descobertas na edição de setembro do Archives of General Psychiatry.

"A coisa mais significativa deste estudo é que ele mostra que a depressão é uma doença biológica", disse Birmaher. "Parece que as crianças já têm um marcador antes de desenvolver a depressão."

Birmaher e sua equipe mediram a resposta do hormônio do crescimento em crianças tratando-as com outro hormônio que estimula o organismo a liberar o hormônio do crescimento.

As crianças foram divididas em dois grupos: aquelas que estavam sob alto risco de depressão com base em um histórico familiar de distúrbios de humor e aquelas consideradas sob baixo risco de depressão.

Após tratamento com o hormônio estimulador, as crianças do grupo de alto risco apresentaram respostas do hormônio de crescimento menores do que as do grupo de baixo risco.

De acordo com Birmaher e sua equipe, outros estudos demonstraram resultados similares. Mas, uma vez que os pesquisadores analisaram pessoas que já estavam depressivas, não se determinou se baixos níveis de hormônio do crescimento resultaram ou contribuíram para a depressão.

"Não acreditamos que isso seja um resultado da depressão", disse Birmaher. Ele destacou que sua equipe também detectou baixos níveis de hormônio do crescimento entre crianças com depressão, assim como entre aquelas cuja depressão melhorou com tratamento.

"Isso parece ser um marcador biológico antes, durante e depois da depressão", afirmou Birmaher. Ele acrescentou, no entanto, que é muito cedo para dizer se a avaliação da resposta do hormônio do crescimento pode diagnosticar a depressão em adolescentes.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: