Publicidade

Notícias de saúde

Tratamento conta câncer de pulmão com menos efeitos colaterais

23 de fevereiro de 2011 (Bibliomed). Uma tese de doutorado defendida na Unicamp trouxe esperanças de um tratamento com efeitos colaterais mais brandos para portadores de câncer de pulmão. Segundo João Paulo Lima, do Hospital do Câncer de Barretos, interior de São Paulo, autor da tese, a combinação das substâncias irinotecano e cisplatin demonstraram maior precisão no combate ao câncer pulmonar classificado como de pequenas células.

Segundo André Deeke Sasse, oncologista e coordenador do Centro de Evidencias em Oncologia (Cevon), da Unicamp, a combinação das substâncias pode levar a um aumento de até 20% na expectativa de vida dos pacientes com esse tipo de câncer, considerado o mais agressivo entre os que atingem o pulmão e geralmente está associado ao tabagismo.

Análises sobre o uso dessas duas substâncias mostraram que os efeitos colaterais são mais brandos do que os vistos após sessões de quimioterapia que utilizavam substâncias a base de cisplatin e etoposídeo ou de carboplatina e etoposídeo. Entre os sintomas causados pelo tratamento estão náuseas, queda de cabelo, diminuição da imunidade e fadiga.

Com os resultados apresentados, os especialistas esperam proporcionar um tratamento mais eficiente e de melhor qualidade a pacientes com câncer de pulmão de pequenas células.

Fonte: Journal of Thoracic Oncology, da Associação Internacional para Estudo do Câncer de Pulmão, dezembro de 2010

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: