Publicidade

Notícias de saúde

Artrite reumatoide atrapalha bastante a vida sexual, indica pesquisa

15 de julho de 2010 (Bibliomed). A artrite reumatoide - condição reumática marcada por inflamação e dores nas articulações - afeta negativamente as relações afetivas e a vida sexual das pessoas com a doença, segundo pesquisa francesa apresentada nesta semana no Congresso Anual da Liga Europeia contra o Reumatismo. De acordo com o reumatologista Sergio Bontempi Lanzotti, o estudo com mais de mil pacientes com média de idade de 64 anos revelou uma forte correlação entre a gravidade da artrite e seu impacto na vida sexual dos pacientes.

Os resultados indicaram que, mesmo recebendo tratamento regular, 66% dos pacientes relataram que seus sintomas de artrite reumatoide tinham um impacto negativo nos seus relacionamentos sexuais, e 40% relataram que a doença era a única razão para não serem sexualmente ativos. Para pacientes sexualmente ativos, os principais problemas físicos provocados pela artrite reumatoide foram a diminuição ou a ausência da libido, relatada por 47%; e dor ou rigidez nas articulações, relatado por 24%. Segundo os autores, o estudo também mostrou que, além de problemas físicos e emocionais, muitos pacientes - 39% deles - conviviam com sentimentos de culpa e frustração.

Apesar do alto impacto físico e emocional da artrite reumatoide sobre a atividade sexual, 72% dos participantes disseram que nunca haviam falado sobre a influência desta condição em suas vidas sexuais com seu médico. E 66% desses pacientes mostraram-se dispostos a resolver esta questão.

“O estudo francês demonstra claramente que existe uma relação entre a qualidade da atividade sexual e a doença reumática dos pacientes. O que é preocupante é que os doentes, muitas vezes, relutam em abordar este assunto, o que significa que continuam a sofrer, tanto física, quanto emocionalmente” destacou Sérgio Lanzotti. “Encorajamos, então, o reumatologista a iniciar esta conversa com seus pacientes para oferecer apoio para aqueles que podem se beneficiar de uma ajuda especializada”, concluiu o especialista.

Fonte: MW Consultoria de Comunicação. Press release. 14 de julho de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: