Publicidade

Notícias de saúde

Terapia psicológica pode ser benéfica para pessoas com doenças intestinais

05 de julho de 2010 (Bibliomed). As pessoas que sofrem de doenças inflamatórias intestinais - incluindo doença de Crohn e colite ulcerativa - podem ter um alívio de seus sintomas e melhorar sua capacidade de lidar com o problema realizando terapia cognitiva comportamental com um psicólogo, segundo estudo recente da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos. De acordo com os autores, especialmente os adolescentes têm mais dificuldades em lidar com as cólicas, diarreias e sangramentos intestinais que marcam essas doenças, mas o tratamento psicológico parece ser benéfico para esses jovens. 

Avaliando 24 jovens com idades entre 11 e 17 anos que sofriam desses problemas, os pesquisadores notaram “significativas melhorias nos sintomas físicos e nas estratégias de enfrentamento dessas adolescentes após o tratamento”. Além disso, segundo os autores, os pais envolvidos relataram uma redução nos “pensamentos catastróficos” relacionados às dores de suas filhas e melhoria nas reações associadas aos sintomas físicos das adolescentes.

“As intervenções psicológicas foram usadas para melhorar a capacidade de lidar com a dor e com outros sintomas somáticos, bem como para melhorar as respostas dos pais às crianças e adolescentes que experimentam essa sintomatologia”, escreveram os autores numa das mais recentes edições da revista médica Inflammatory Bowel Diseases. “De forma geral, o apoio preliminar sugere que intervenções psicossociais programadas para a redução dos sintomas físicos e melhora do enfrentamento da doença podem ser benéficas para adolescentes com doença inflamatória intestinal e seus familiares”, concluíram os especialistas.

Fonte: Inflammatory Bowel Diseases. Maio de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: