Publicidade

Notícias de saúde

Dietas podem aumentar os níveis do hormônio do estresse, sugere estudo

08 de abril de 2010 (Bibliomed). Você já deve ter notado o quanto uma pessoa fica mal humorada quando está fazendo dieta. Agora, os resultados de um novo estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, podem nos ajudar a entender as razões dessa relação: a restrição de calorias poderia aumentar os níveis do hormônio do estresse - o cortisol - no organismo.

O estudo envolveu 99 mulheres, que foram divididas em quatro grupos: aquelas orientadas em como seguir a dieta clássica de restrição de calorias (consumo de até 1200 por dia) e que foram instruídas a contá-las; aquelas que tiveram a mesma restrição, mas comendo alimentos pré-empacotados e sem contagem de calorias; aquelas que não faziam a dieta, mas contavam calorias; e mulheres que não faziam dieta e não contavam calorias.

Avaliando questionários sobre estresse e a medição dos níveis de cortisol na saliva das participantes antes e após o estudo, os pesquisadores notaram que aquelas engajadas em dietas perderam, em média, quase um quilo em três semanas, mas a restrição de calorias também foi responsável pelo aumento nos níveis do hormônio do estresse em seu organismo.

Embora os resultados apontem para uma relação entre a restrição de calorias e o estresse, os pesquisadores destacam que mais estudos são necessários para confirmar e desvendar os mecanismos envolvidos nessa associação. “O cortisol tem muitos outros trabalhos no organismo, então, precisamos descobrir exatamente o que está acontecendo”, disse a pesquisadora Janet Tomiyama. “Ainda assim, qualquer coisa que você puder fazer para reduzir seu estresse enquanto faz dieta é uma boa ideia. Você também pode enterrar a dieta e se exercitar mais”, concluiu a especialista.

Fonte: Psychosomatic Medicine. 05 de abril de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: