Publicidade

Notícias de saúde

Pessoas com menor escolaridade sofrem mais com a asma, diz estudo

26 de janeiro de 2010 (Bibliomed). Ficar mais anos na escola pode ajudar a proteger contra a asma, segundo estudo do Hospital Sacré-Coeur, no Canadá. Em pesquisa com 871 pacientes adultos, os especialistas descobriram que aqueles com mais escolaridade sofrem menos de asma, e o fato de ter menos de 12 anos de educação formal estaria associado a piores sintomas da doença respiratória.

“Menores realizações educacionais estavam associadas a um pior controle da asma, maior uso dos serviços de saúde de emergência e pior auto-eficácia da asma”, explicaram os autores em artigo recentemente publicado na revista científica Respiratory Research. Os resultados indicaram que os voluntários com menos de 12 anos de escolaridade eram 55% mais propensos a relatar visitas aos serviços de emergência no ano anterior à pesquisa.

De acordo com os autores, a menor escolaridade é frequentemente um marcador de menor status socioeconômico, o que poderia explicar os resultados. Em nível individual, pessoas mais pobres poderiam ter maior exposição a alérgenos dentro de casa, como baratas, fumaça do cigarro e mofo, além de maior contato com a poluição urbana.

“Apesar de essa ligação entre status socioeconômico e asma ser bem estabelecido em crianças, este é o primeiro estudo a investigá-la em uma população adulta no Canadá”, ressaltaram os autores. “É importante salientar que pacientes com menos escolaridade são mais propensos a apresentar piores comportamentos de saúde que podem exacerbar a asma, incluindo o tabagismo e estar acima do peso”, concluíram.

Fonte: Respiratory Research, 16 de dezembro de 2009.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: