Publicidade

Notícias de saúde

Proteínas no sangue podem ter a chave para parar o crescimento de tumores

08 de abril de 2009 (Bibliomed). Uma nova descoberta da Universidade Wake Forest, nos Estados Unidos, pode levar ao desenvolvimento de novos tratamentos que inibiriam o crescimento de tumores em pacientes com câncer, e poderiam ajudar na cicatrização de feridas, segundo cientistas americanos.

Em estudo que, em ratos, avaliou a angiogênese – mecanismo de crescimento de novos vasos sanguíneos a partir dos já existentes – e o envolvimento de algumas proteínas do sangue nesse processo, os cientistas descobriram que a proteína ferritina se liga a outra proteína sanguínea chamada HKa, e enfraquece a capacidade da segunda de parar o crescimento de novos vasos. E esses vasos ajudam os tumores ao alimentá-los com oxigênio e nutrientes.

A descoberta levou os pesquisadores a acreditar que, se conseguirem evitar essa ligação das duas proteínas sanguíneas, eles podem prevenir o crescimento de novos vasos e, consequentemente, bloquear o crescimento dos tumores. Além disso, a descoberta pode ter implicações para o cuidado de feridas, pois, se, por outro lado, essas ligações forem “incentivadas”, a formação de novos vasos poderia facilitar a cicatrização.

“Sabemos, há tempos, que os níveis de ferritina são aumentados em pessoas com tumores, mas nunca entendemos as razões de isso ocorrer”, explicou a bioquímica Suzy V. Torti, líder do estudo. “A ferritina parece cumprir um importante papel na formação de vasos sanguíneos. E a interação entre ferritina e HKA pode representar uma nova área de interesse para o possível desenvolvimento de um medicamento”, completou.

Fonte: Wake Forest University School of Medicine. News. 01 de abril de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: