Publicidade

Notícias de saúde

Especialistas destacam importância da dieta materna na saúde do filho

20 de março de 2009 (Bibliomed). Se a mulher tem alimentação ruim em idade reprodutiva, há mais chances de seu filho desenvolver problemas crônicos mais tarde, como doença cardíaca, diabetes, obesidade e até alguns tipos de câncer e distúrbios mentais, segundo especialistas da Universidade de Southampton, no Reino Unido.    

“A sociedade e organizações de saúde pública devem prestar mais atenção nessas questões se o aumento da epidemia dessas doenças pode ser prevenido. Combater as doenças uma vez que essas crianças já atingiram a idade adulta é, na maioria das vezes, tarde demais. Tomando providências para melhorar a nutrição materna, podemos salvar muitas pessoas de uma vida doente”, destacou o pesquisador Mark Hanson, em artigo publicado na revista on-line da Associação Médica Britânica.

Segundo os autores, uma alimentação não-balanceada – seja pelo excesso, pela falta ou qualidade ruim – pode ter efeitos de longo-prazo. No Reino Unido, por exemplo, muitos teriam uma dieta pobre em certos nutrientes necessários, e o número de mães que amamentam seus bebês seria baixo, com muitas delas oferecendo alimentos inadequados para o bebê na fase de desmame.

“As transições nutricionais que ocorrem em muitas sociedades em desenvolvimento terão efeitos essenciais na dieta entre gerações, e isso aumentará dramaticamente o risco de doenças crônicas”, alerta o especialista. “Não apenas a mulher precisa tomar cuidado com a qualidade de sua ingestão de alimentos. Futuros pais devem também entender a importância de uma boa nutrição como parte de suas escolhas de estilo de vida”, completou.

Por causa desse quadro, os especialistas sugerem que profissionais de saúde ajudem a alertar as pessoas sobre a importância de uma alimentação saudável, especialmente na idade reprodutiva, e de amamentar os bebês pelo período recomendado (normalmente, pelo menos seis meses), além de alimentar o bebê com alimentos adequados no período de desmame.

Fonte: University of Southampton. News release. 16 de março de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: