Publicidade

Notícias de saúde

Chás preto e verde podem reduzir risco de derrames, indica estudo

09 de março de 2009 (Bibliomed). Beber pelo menos três xícaras de chá verde ou chá preto por dia pode reduzir significativamente o risco de sofrer um derrame, segundo estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. E os pesquisadores destacam que, quanto maior o consumo, maior a proteção contra derrames.

“O que vimos foi que havia uma consistência no efeito de apreciável magnitude”, declarou o pesquisador Lenore Arab. “Bebendo três xícaras de chá por dia, o risco cai em 21%, não importa se for chá verde ou chá preto”, complementou o bioquímico.

As descobertas emergiram de uma revisão de nove estudos observacionais sobre a relação entre derrames e o consumo de chás, que registraram um total de 4378 derrames entre as cerca de 195 mil pessoas avaliadas. E as análises mostraram um efeito linear do consumo de chás feitos de Camellia sinensis no risco de derrame – por exemplo, tomar três xícaras reduz o risco em 21%, e, tomando mais três xícaras, há a redução de mais 21%.

Embora ainda não esteja claro quais os compostos responsáveis por esse efeito, os pesquisadores especulam que o antioxidante epigalocatequina galato ou o aminoácido teanina podem cumprir um papel na proteção contra doença arterial coronariana.

Apesar de testes clínicos serem necessários para confirmação, os autores estão empolgados com a descoberta, pois, segundo eles, há poucas formas de reduzir o risco de derrame. “Se pudermos descobrir uma forma de prevenir o derrame, ou prevenir o dano, que seja simples e não-tóxico, seria um grande avanço”, concluíram os autores.

Fonte: Stroke: Journal of the American Heart Association. Fevereiro de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: