Publicidade

Notícias de saúde

Pacientes mais jovens com câncer de mama têm maior taxa de retorno da doença

09 de março de 2009 (Bibliomed). As pacientes com câncer de mama que têm menos de 35 anos de idade apresentam maior taxa de retorno da doença após o tratamento do que as pacientes mais velhas com câncer no mesmo estágio, segundo estudo da Universidade do Texas, nos Estados Unidos. Os resultados da pesquisa indicam também que, entre essas mulheres, os riscos de recorrência da doença são mais afetados pelo tipo de tratamento que recebem.

Estudos anteriores já indicavam que as pacientes mais jovens têm piores resultados do que aquelas que desenvolvem o câncer de mama mais tarde. E, embora ainda não estejam claras as razões, os autores acreditam que isso se deva ao desenvolvimento de tumores mais agressivos entre as mais jovens.

Avaliando 652 mulheres jovens com a doença, os pesquisadores confirmaram que essas mulheres com menos de 35 anos apresentam relativamente maiores taxas de recorrência loco-regional (sem disseminação para outras partes).

Além disso, os resultados indicaram que pacientes com a doença em estágio II alcançam melhores taxas de controle das recorrências com a remoção da mama (mastectomia) acompanhada de radioterapia. No estágio I da doença, tanto a conservação quanto a retirada da mama apresentariam os mesmos resultados, e a inclusão de quimioterapia seria benéfico em ambos os casos.

“A recidiva loco-regional após o tratamento para o câncer de mama em mulheres jovens continua sendo um problema significativo”, disse a pesquisadora Beth Beadle. “A esperança é que nosso estudo ajude os oncologistas a planejar terapias para pacientes jovens com câncer de mama, que têm resultados inferiores comparadas com pacientes mais velhas”.

Fonte: International Journal of Radiation Oncology*Biology*Physics. 01 de março de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: