Publicidade

Notícias de saúde

Estudo liga uso de pílula anticoncepcional a um menor risco de câncer de ovário

24 de outubro de 2008 (Bibliomed). Mulheres que tomam pílulas anticoncepcionais podem ter um menor risco de desenvolver câncer de ovário após a menopausa, segundo estudo da Universidade Wake Forest, nos Estados Unidos. Outros estudos já indicavam essa tendência, mas o novo estudo ajuda a entender o mecanismo por trás dessa proteção.

Em testes com 181 macacas para avaliar o efeito dos hormônios na saúde feminina, os pesquisadores deram pílulas anticoncepcionais à metade dos animais, e todas, no final do estudo, tiveram os ovários removidos para causar uma “menopausa de início rápido”.

Monitorando os animais por sete anos, eles descobriram que os animais que haviam recebido o contraceptivo apresentavam menores níveis de estrogênio no sangue e na urina do que os outros, o que estaria associado a um menor risco de desenvolver os cânceres de ovário e de útero.

De acordo com os autores, há muito tempo, a exposição ao hormônio é considerada importante fator de risco de câncer. “Esses efeitos são robustos, e acreditamos que essa descoberta poderia ser traduzida com bastante rapidez em estudos com mulheres. Se nossos resultados forem confirmados, ocorrendo também em mulheres, eles poderiam mudar a forma que nós olhamos para os contraceptivos orais e o risco de câncer”, destacaram.

Fonte: Cancer Epidemiology, Biomarkers and Prevention. Outubro de 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: