Publicidade

Notícias de saúde

Bactéria Ameaça Paciente em Consultório Dentário, diz Estudo

LONDRES (Reuters) - O barulho da broca dos dentistas pode incomodar a maioria das pessoas, mas os pesquisadores alertam que os pacientes com sistema imune debilitado também deveriam se preocupar com bactérias potencialmente fatais que estão nos jatos de água usados durante o tratamento.

A revista New Scientist publicou, em sua última edição, um estudo britânico mostrando que pessoas com problemas como câncer ou Aids correm maior risco de terminar a consulta com algo mais que um sorriso restaurado.

O trabalho, originalmente publicado na revista Applied and Environmental Microbiology (microbiologia aplicada e ambiental), verificou que os níveis de "patógenos oportunistas" excederam os limites de segurança da União em Européia em 52 das 55 amostras de água coletadas em 21 consultórios de cirurgiões dentistas no sudoeste da Inglaterra.

O estudo foi realizado pela equipe de James Walker, do Centre for Applied Microbiology and Research.

"As pessoas com sistema imunológico comprometido deveriam se preocupar", disse David Turner, da Associação Dental Britânica, à New Scientist.

As bactérias encontradas nos condutores de água das unidades dentais incluíram espécies de mycobacterium e legionella, que podem causar pneumonias que ameaçam a vida.

A equipe de pesquisadores também isolou streptococcus orais -- bactérias potencialmente mortais que podem causar escarlatina (febre escarlate) e pneumonia -- em 10 por cento das amostras.

Conforme a New Scientist, como a bactéria é encontrada apenas na boca, é provável que durante os procedimentos dentários ela seja sugada pelos equipamentos para dentro dos condutores de água.

Algumas das maiores quantidades de bactérias foram encontradas em condutores que tinham sido recentemente higienizados ou abastecidos por água engarrafada, lançando dúvidas sobre as recomendações para redução dos riscos emitidas pela associação de dentistas na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos, acrescentou a revista.

"É como compartilhar saliva", disse Robert Staat da escola de odontologia da Universidade de Louisville nos Estados Unidos.

Conforme a New Scientist, a American Dental Association informou que estudos semelhantes realizados em várias cidades dos Estados Unidos revelaram quantidades de bactérias além das normas de segurança.

A maioria das bactérias encontradas nos condutores de água dos aparelhos dentários surge naturalmente e apresenta pequeno risco para pessoas com sistema imunológico saudável.

Mas, conforme Hugh Pennington, um microbiologista da Universidade de Aberdeen (Escócia), ninguém que visita o dentista deveria estar exposto aos níveis descobertos pelo estudo da equipe de Walker.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: