Publicidade

Notícias de saúde

Redução precoce do colesterol pode salvar vidas

08 de agosto de 2008 (Bibliomed). Uma intervenção agressiva para reduzir os níveis de colesterol já no início da infância é a melhor forma de reduzir a prevalência de doença cardíaca coronariana e evitar muitas mortes, segundo especialistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

Por causa da associação dos níveis de colesterol com os riscos de doenças cardíacas, os especialistas recomendam intervenções no estilo de vida logo no primeiro ano de vida. “Instituir uma dieta pobre em gordura saturada e colesterol na infância (sete meses) é perfeitamente seguro, sem efeitos adversos”, justificam.

Eles classificam as atuais abordagens de redução de colesterol para prevenir problemas cardíacos como “muito poucas e muito tardias”, destacando que, apesar do uso das estatinas (medicamentos para controle do colesterol) terem reduzido 30% das mortes e incapacidades causadas pelas doenças cardíacas, 70% dos pacientes ainda sofrem eventos cardíacos durante a terapia.

Novas terapias promissoras estão em desenvolvimento, mas, por causa, das taxas alarmantes de doenças cardíacas, os especialistas sugerem uma intervenção imediata, começando pela redução do colesterol “ruim” (LDL) para menos de 50ml diários mesmo em crianças e adultos jovens. E as mudanças devem ser, primeiramente, no estilo de vida, com alimentação saudável e praticas de exercícios, com a inclusão de medicações apenas se necessário.

“Nossa revisão de literatura nos convence de que intervenções precoces e agressivas irão provavelmente prevenir mais de 30% dos casos de doença cardíaca coronariana”, disse o pesquisador Daniel Steinberg da Universidade da Califórnia.

Fonte: Irish Health. 05 de agosto de 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: