Publicidade

Notícias de saúde

Tai chi pode melhorar qualidade do sono de idosos, indica estudo

03 de julho de 2008 (Bibliomed). A prática de tai chi, milenar arte marcial chinesa que envolve respiração profunda e movimentos suaves, pode ajudar a melhorar a qualidade do sono de idosos e ajudá-los a vencer a insônia, segundo estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

O estudo envolveu 112 pessoas saudáveis com idades entre 59 e 86 anos, que foram divididas em dois grupos. O primeiro passou 25 semanas praticando 20 movimentos simples de tai chi chih (uma versão ocidental da técnica chinesa), enquanto o outro participava de aulas sobre saúde, incluindo assuntos como hábitos de sono, alimentação e controle do estresse.

No início do estudo, 58% dos participantes apresentavam dificuldades para dormir em algumas noites todas as semanas. Mas, após o período de 25 semanas, o grupo do tai chi apresentou melhora significativa na qualidade e na duração do sono, comparados com o outro grupo. Além disso, a técnica foi associada a melhoras na sonolência diurna e na dificuldade de concentração.

Os autores destacaram que 85% das pessoas com distúrbios do sono seguem sem tratamento, e aqueles que são tratados com medicamentos sofrem com os efeitos adversos. Além disso, a prática de exercícios, reconhecida forma de melhorar a qualidade do sono, pode ser uma barreira para as pessoas mais velhas com limitações físicas.

Segundo especialistas, por ser uma atividade com movimentos leves e lentos, sem efeitos adversos, o tai chi pode ser uma opção atrativa de prática de atividade física para os idosos, oferecendo também benefícios para o sono.

Fonte: Sleep 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: