Publicidade

Notícias de saúde

British American Tobacco Propõe Trégua à OMS

LONDRES, 29 de agosto (Reuters) - A empresa British American Tobacco (BAT), procurando evitar uma regulamentação global sobre o cigarro, disse na terça-feira que propôs à Organização Mundial da Saúde (OMS) a adoção de um "clima de cooperação genuína".

A fabricante de cigarros, com sede na Grã-Bretanha, afirmou em um comunicado que as propostas da OMS sobre o fumo eram falhas. A empresa pediu que a organização, entidades de combate ao fumo e outros fabricantes do produto apoiem seus planos.

A BAT é uma das maiores fabricantes de cigarro do mundo e é proprietária da norte-americana Brown and Wlliamson, uma das empresas que apelam da condenação de 145 bilhões de dólares imposta pela Justiça de Miami à indústria do fumo no mês passado.

A BAT pediu a adoção de um "clima de cooperação genuína que irá permitir às empresas do fumo que usem seu considerável conhecimento e recursos para ajudar o governo e outras partes interessadas".

A OMS tenta chegar ao que seria o primeiro acordo internacional para combater o fumo e proibir a publicidade da indústria.

"A British American Tobacco pede que a OMS comprometa-se com as consultas em andamento e com o diálogo mantido com as empresas de tabaco e os governos, a fim de chegarmos a soluções nacionais - e oferece assinar um acordo com a OMS para esse efeito", afirmou a empresa.

A BAT defendeu que sua proposta "mobilizaria o máximo de recursos e conhecimentos" e deixaria os governos nacionais livres para desenvolver suas próprias políticas para a área.

A indústria do fumo e a OMS entraram em choque no início deste mês, quando a organização acusou as grandes empresas de cigarro de tentar minar secretamente seus esforços no combate ao fumo.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: