Publicidade

Notícias de saúde

Testes alérgicos cutâneos em mães podem predizer a asma na infância

30 de julho de 2007 (Bibliomed). A asma é conhecida por ser uma doença de causas múltiplas. Entre os fatores considerados como preditores ao seu desenvolvimento encontra-se a história familiar positiva, exposição a substâncias alérgicas ambientais, como a fumaça de cigarro, poeira, predisposição genética, assim como fatores emocionais.

Um artigo, publicado pela revista Annals of Allergy, Asthma and Immunology, apresentou os resultados de uma pesquisa que procurou demonstrar se a presença de testes cutâneos de alergia, entre os pais, poderia ser um fator preditor ao desenvolvimento de asma entre crianças que chiam - um fato até então não avaliado.

91 indivíduos, de 71 famílias, com idades entre 6 e 40 anos, com relato de episódios de chiera antes dos 3 anos de idade, ou com outras doenças pulmonares, foram selecionados. Todos os participantes foram submetidos a questionários sobre sintomas relacionados à asma, a provas de função pulmonar e a testes cutâneos. Os pais desses indivíduos foram também submetidos a testes cutâneos e à mensuração dos níveis de IgE sangüíneos.

Ao término do estudo, foram constatados como portadores de asma 56 participantes (61%). Os resultados positivos nos testes cutâneos maternos apresentaram um risco de 3,4 para o desenvolvimento de asma – um fato não evidenciado, mesmo após relato de alergia ou asma materna ou paterna.

Para os pesquisadores, os resultados demonstraram que a presença de testes cutâneos positivos, para a identificação de alergia, são considerados como fatores preditores da asma, em especial entre as crianças que chiam em idades precoces.

Fonte: Annals of Allergy, Asthma and Immunology 2007; 98 (6): 540 - 545

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: