Publicidade

Notícias de saúde

Abuso de drogas eleva risco de derrame cerebral

24 de abril de 2007 (Bibliomed). O abuso de drogas é uma condição cada vez mais freqüente, sobretudo dentre os jovens. Esta prática associa-se a diversos malefícios para a saúde do usuário, os quais vão desde a aquisição de infecções, até o acometimento de diversos órgãos do corpo, pelo efeito das drogas consumidas.

As drogas classificadas como estimulantes, tais como as anfetaminas e a cocaína, têm seu consumo aumentado em diversas partes do mundo. Acredita-se que o uso destes estimulantes esteja relacionado com maior risco de ocorrência de derrame cerebral, segundo revelou um grupo de pesquisadores norte americanos, em um estudo na revista Archives of General Psychiatry, em Abril de 2007.

Na pesquisa foram selecionados 1.935 indivíduos, vítimas de derrame cerebral, com idades entre 18 e 44 anos. Os resultados divulgados revelaram que, durante o tempo do estudo, a admissão hospitalar decorrente do abuso de drogas, foi mais comum dentre os usuários de anfetaminas em comparação aos que utilizavam maconha ou cocaína. O risco de ocorrência de derrame cerebral foi maior dentre os indivíduos que faziam uso de drogas ilícitas, sendo esta associação mais forte quando a droga de abuso era a anfetamina.

Além disso, os usuários de anfetamina que sofreram derrame, apresentaram um elevado risco de óbito, em conseqüência de disfunções cerebrais, em comparação aos que utilizavam outras drogas. Assim, os autores concluem que o abuso de estimulantes se relaciona com elevado risco de ocorrência de derrame cerebral, bem como com altas taxas de morte conseqüentes a esta afecção.

Fonte: Arch Gen Psychiatry. 2007; 64 (4): 495 – 502 (April).

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: