Publicidade

Notícias de saúde

Novo medicamento irá auxiliar no controle da ejaculação precoce

09 de março de 2006 (Bibliomed). Estima-se que um em cada três homens sofra de ejaculação precoce, mas esta alta prevalência pouco contribuiu para o entendimento científico da desordem.

De uma perspectiva histórica, a ejaculação rápida foi vantajosa no passado - os momentos da cópula expunham os nossos ancestrais ao perigo; assim, para o homem, chegar rapidamente ao orgasmo tinha suas vantagens.

Deve-se diferenciar entre o tipo de homem que têm reflexos mais rápidos, e que seria inclinado mais naturalmente à ejaculação rápida, daquele que sofre por ejacular muito rapidamente por razões psicológicas.

Há esperança, entretanto. Uma nova droga está em estudos clínicos, e caso obtenha a aprovação do FDA - Food and Drug Administration dos Estados Unidos - o hidrocloreto de dapoxetina será o primeiro tratamento de prescrição destinado a aumentar o controle da ejaculação.

A Dapoxetina se baseou em um tratamento idealizado originalmente para uso em casos de depressão. Investigadores da companhia Alza, uma subsidiária da Johnson & Johnson, reconheceram o potencial do medicamento para o tratamento da ejaculação precoce, e iniciaram os estudos clínicos.

Fonte: British Medical Journal online edition 28_02_2006

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: