Publicidade

Notícias de saúde

Cigarro reduz a chance de fertilização artificial

02 de Junho de 2005 (Bibliomed). Um estudo realizado na McMaster University e Hamilton Health Sciences em Ontário, no Canadá, e que avaliou 225 mulheres em tratamento para fertilização in vitro verificou que o tabagismo passivo pode reduzir as chances de concepção em até 50% caso elas vivam com um fumante que usa dez cigarros por dia.

Os achados do estudo verificaram ainda que não havia nenhuma diferença na qualidade do embrião entre os três grupos analisados, isto é, não-fumantes, fumantes e fumantes passivos, mas que havia uma diferença notável na implantação do embrião e na taxa de gravidez entre o grupo não-fumante e os outros dois grupos.

Segundo Michael Neal, um membro do grupo da McMaster, os efeitos prejudiciais do tabagismo passivo no tratamento eram tão claros que a equipe estava advertindo a todas as pacientes sobre os perigos potenciais de fumar ou de fumar de modo passivo, em relação às chances de sucesso no tratamento para engravidarem através do método da fertilização in vitro.

Copyright © 2005 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: