Publicidade

Notícias de saúde

Mulheres africanas têm menor risco para o câncer de mama

11 de Setembro de 2003 (Bibliomed). Já se sabe que os fatores alimentares, e especialmente o consumo de gorduras estão associados ao câncer de mama.

Agora, um novo estudo comprova que a alimentação e o estilo de vida podem estar associados ao aumento das taxas hormonais, um importante fator ligado à gênese desta doença.

O estudo da Universidade de Durham, no Reino Unido, indica que altos níveis de estrógeno entre as bem-alimentadas mulheres (e também predominantemente inativas) dos países Ocidentais podem estar a fortemente ligados à epidemia de câncer de mama. Segundo a Dra. Tessa Pollard, uma das responsáveis pela pesquisa, estudos em Mali e no Congo mostraram que as mulheres africanas que têm mais crianças e que amamentam mais, e que se alimentam com dietas que são menos ricas que as do mundo Ocidental, são expostas a menor quantidade de estrógeno ao longo de suas vidas.

Os pesquisadores daquela universidade concluíram que as mulheres africanas representam o padrão evolutivo "normal", enquanto que o câncer mama é mais prevalecente em mulheres Ocidentais por causa dos níveis mais altos de estrógeno aos quais elas estão expostas.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: