Publicidade

Notícias de saúde

Epilepsia começa a ser mapeada no Brasil

01 de Outubro de 2002 (Bibliomed). Ainda hoje, a epilepsia – condição neurológica grave que atinge cerca de 60 milhões de pessoas no mundo – é tratada de forma inadequada. Nos países em desenvolvimento, incluindo o Brasil, estima-se que 80% das pessoas epiléticas não chegam sequer a receber algum tratamento e continuam tendo crises que na sua grande maioria poderiam ser controladas. Para tentar melhorar a longo prazo os serviços de saúde, tratamento, prevenção e aceitação social dos pacientes com epilepsia, a Organização Mundial da Saúde (OMS), com o apoio da Liga Internacional Contra Epilepsia e da Associação Mundial de Pacientes com Epilepsia, lançou a campanha global "Epilepsia Fora das Sombras".

A proposta é buscar pacientes em potencial e definir os planos de ação, que vão desde marcação de consultas à distribuição de medicação antiepilética nos postos de saúde. A primeira fase da campanha no Brasil começou no dia 21 de setembro, com um levantamento sócio-econômico dos moradores do distrito de Barão Geraldo, em Campinas (SP).

Esse levantamento está sendo feito através de um questionário com vinte questões, que está sendo aplicado por uma equipe de entrevistadores do Instituto Tecnológico de Estudos e Pesquisas (Intep) de São José do Rio Preto, composta por vinte pessoas devidamente identificadas. O distrito de Barão Geraldo e a 9º Região em São José do Rio Preto (SP) serão os primeiros no Brasil a participarem e receberem o atendimento integral na rede primária de saúde. Outras informações sobre a campanha podem ser obtidas pela internet, através do site www.aspe.hc.unicamp.br.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: