Publicidade

Notícias de saúde

Novo pino ajudará na recuperação de fraturas

24 de Julho de 2002 (Bibliomed). Cientistas alemães estão desenvolvendo um pino extensor para implante que promete melhorar o tratamento de fraturas ósseas graves, acabando com problemas na cicatrização e com possíveis seqüelas provocadas pela necessidade de cirurgias. O novo aparelho será capaz de estimular o osso a crescer até cinco centímetros num período de dois meses de tratamento, limite que será transposto em breve, segundo os engenheiros que estão desenvolvendo a tecnologia, para que o osso possa atingir o comprimento desejado.

O novo pino é telescópico e foi desenvolvido para expandir cerca de um milímetro por dia, imitando a taxa normal de crescimento ósseo. Ele será implantado no paciente para unir as partes do osso quebrado, assim como é feito com os implantes convencionais. Contudo, com o novo sistema, o paciente terá que visitar diariamente o médico, que orientará a movimentação do pino. Para isso serão usados impulsos eletromagnéticos para carregar os motores localizados dentro do pino. O aparelho também possuirá sensores, que medirão a intensidade do fortalecimento ósseo e a direção do crescimento, e um transmissor, para enviar informação física sobre o osso e o estágio da cicatrização.

As informações serão transmitidas a um computador para que o médico saiba o que ocorre dentro do osso.

Os implantes devem começar a ser feitos em um prazo de três anos, segundo Rainer Laur, coordenador do projeto e chefe do instituto de eletrotecnologia e microeletrônica teórica da Universidade de Bremen (Alemanha). Laur disse que sua equipe já usou tecnologia semelhante para implantes nos olhos e no cérebro, mas que os implantes ósseos exigem muito mais energia. “Estamos ajustando as partes eletrônicas e os motores para caber no interior do pino que será implantado no osso. Uma das áreas mais problemáticas é transferir energia suficiente para os motores através da pele, usando transmissão eletromagnética, sem cabo”, explicou.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: