Publicidade

Notícias de saúde

Droga para controlar hormônio do apetite pode resolver problema de obesos

18 de Julho de 2002 (Bibliomed). Uma droga capaz de reduzir a fome e o consumo de alimentos. Esse é o sonho de qualquer obeso e pode estar mais próximo de ser realizado, agora que pesquisadores britânicos descobriram como a grelina (hormônio do apetite) age no organismo. “Se for possível identificar uma droga que bloqueia a grelina - o que não é difícil frente à vasta biblioteca de modernas substâncias químicas - seria possível reduzir a fome e talvez o consumo de alimentos”, explicou o pesquisador Steve R. Bloom, do Imperial College, em Hammersmith (Londres), em artigo publicado na edição de junho do Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.

A equipe de Bloom observou que, em pessoas magras, os níveis do hormônio do apetite aumentam pouco antes da alimentação e caem após as refeições, mas que entre pessoas obesas o comportamento do grelina é bastante variável. Quando estão com fome, os obesos têm um nível de grelina menor que a média e esse nível não muda depois que eles comem, logo eles não se sentem saciados. Para se ter uma idéia, estudos anteriores demonstraram que a grelina pode tornar uma pessoa capaz de comer uma quantidade quase um terço maior que a que consome habitualmente.

Os pesquisadores mediram os níveis de grelina e do hormônio leptina (hormônio da obesidade, que avisa o cérebro para reduzir o apetite após o consumo de alimentos) em 13 pessoas magras e em 10 obesas. No primeiro momento da pesquisa, realizado quando os voluntários estavam com fome, os pesquisadores verificaram que a concentração sangüínea de grelina em pessoas magras ficou acima do dobro da encontrada em obesos. Depois, quando os voluntários já haviam comido, os níveis de grelina não mudaram em pessoas obesas, mas caíram 40% em magros antes de voltar a seus níveis normais.

A concentração sangüínea de leptina em pessoas magras também caiu após o consumo de alimentos, mas não teve redução entre obesos. A relação entre os dois hormônios ainda está sendo investigada, mas os pesquisadores acreditam que a leptina poderia inibir a produção de grelina. Os pesquisadores acreditam, ainda, que o baixo nível de grelina seja uma conseqüência da obesidade e que a manipulação dos níveis do hormônio poderia ajudar a corrigir o problema no futuro.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: