Publicidade

Notícias de saúde

Vítimas de Ataque Cardíaco têm Dificuldade em Notar Sintomas

LONDRES (Reuters) – Você saberia reconhecer os sintomas de um ataque cardíaco? Um novo estudo feito na Escócia sugere que muitas pessoas que têm um ataque cardíaco simples não percebem o significado dos sintomas, especialmente quando eles ocorrem pela primeira vez.

“Pessoas sem história cardíaca anterior não reconhecem seus sintomas como sendo de origem cardíaca e também não têm idéia das causas ou atribuem-nas a uma indigestão”, disse Wilma Leslie à Reuters Health.

Leslie, uma enfermeira pesquisadora do Glasgow Royal Infirmary da University of Glasgow, acrescenta que aqueles pacientes que têm história de sintomas cardíacos são mais preparados para reconhecer quando estes sintomas estão ocorrendo, “mas isto não os impulsiona a procurar ajuda mais rapidamente”.

Reconhecer os sintomas mais comuns - dor no peito, braço, mandíbula, pescoço e dificuldade respiratória - e obter atendimento médico rápido reduz a severidade do ataque e aumenta as chances de sobrevivência, uma vez que a maioria das mortes causadas por ataque cardíaco ocorre fora do hospital.

A pesquisa com 300 sobreviventes de ataque cardíaco mostrou que 25 por cento procuraram ajuda em até uma hora depois do ataque, mas 60 por cento esperaram mais de quatro horas e 12 por cento atrasaram por 24 horas a busca de atendimento. "A razão mais freqüente era 'pensei que os sintomas iam passar' e 'pensei que não era nada sério"', disse Wilma Leslie, uma das pesquisadoras.

Quase todos os pacientes tiveram sinais clássicos como dor no peito, mas muitos pensam que um ataque cardíaco também inclui colapso e inconsciência.

"Muitos não tinham história cardíaca prévia, falharam em reconhecer os sintomas como coronário e não os consideraram sérios. Estes dados não são exclusivos de Glasgow", disse Leslie.

Os pacientes que já tiveram ataque cardíaco ou história de angina geralmente atribuem os sintomas à indigestão. "Negar parece ser uma resposta comum", acrescenta Leslie.

Os pesquisadores pedem mais orientação sobre os sintomas e alertam as pessoas e seus familiares para procurarem ajuda médica logo que os sinais comecem.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: