Publicidade

Notícias de saúde

Baixada Santista reivindica mais verba para combate à dengue

20 de Junho de 2002 (Bibliomed). As cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista querem intensificar as ações de combate à dengue durante este inverno, impedindo a explosão de casos da doença no próximo verão. O receio é de que a ocorrência de uma epidemia tenha predominância do vírus tipo 3, com chances maiores das manifestações hemorrágicas e, conseqüentemente, de óbitos. As autoridades de saúde desta região, no entanto, condicionam as ações a um repasse de verba por parte da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. A Direção Regional de Saúde está discutindo a elaboração de um Plano Regional de Contingência contra a Dengue, que pretende desenvolver ações integradas com as prefeituras da Baixada Santista.

Os prefeitos dos nove municípios da região querem a garantia de que a Secretaria Estadual de Saúde aumentará em R$ 1,5 milhão o repasse anual feito às cidades para o combate à dengue e a outras 40 doenças. Anualmente, os municípios já recebem R$ 3,5 milhões. O alvo das ações é a eliminação dos focos do Aedes aegypti, mosquito que transmite a doença. Os municípios da Baixada Santista querem investir, principalmente, nas campanhas educativas que orientam a própria comunidade a evitar a manutenção de recipientes com água parada, que servem como reservatório das larvas.

Mesmo sem a garantia de que os repasses serão aumentados, o município de Santos já lançou sua campanha, “Sem ovo não tem mosquito”. A cidade reivindica que a Secretaria Estadual de Saúde amplie a verba destinada ao combate à doença. Umas das necessidades é a de aumento do quadro de agentes, que passariam a fazer 20 visitas diárias, com freqüência bimestral. Para que as ações sejam colocadas em prática, no entanto, o município diz que precisa da liberação de R$ 185 mil mensais. Santos é a cidade que registrou o maior número de casos de dengue, este ano, em São Paulo, com mais de 7 mil notificações. Mensalmente, a cidade recebe R$ 75 mil do governo federal para o combate a 44 doenças endêmicas. Dos cofres municipais saem outros R$ 200 mil especificamente para o combate à dengue.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: