Publicidade

Notícias de saúde

Funasa quer maior controle de qualidade da água

05 de Junho de 2002 (Bibliomed). A partir do semestre que vem, a qualidade da água consumida pela população em todo o País vai passar por um controle mais rigoroso. No final da última semana, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) concluiu o curso que capacitou 27 técnicos representantes das Secretarias de Saúde dos Estados e do Distrito Federal. Eles serão os multiplicadores que participarão de cursos regionais sobre a qualidade da água, capacitando outras pessoas a exercerem a mesma função.

Durante o curso, o maior enfoque foi dados às doenças de veiculação hídrica, como diarréia e cólera. Além da definição de metodologias e conteúdos para a realização dos cursos regionais, os participantes também discutiram tecnologias de tratamento da água, técnicas de coleta e análise de amostras e padrões de potabilidade da água. A realização de cursos como esse faz parte do Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, criado pela Funasa em 1999. Nesse mesmo período, também foi criado o Sisagua, que é o sistema informatizado de Vigilância da Qualidade da Água.

Esse sistema, implantado em todos os estados, disponibiliza dados sobre vazão da água, localização das fontes, quantidade de pessoas com abastecimento e potabilidade.

Um dos objetivos da Funasa com a criação desses programas é ajudar a definir deveres e responsabilidades, em todos os âmbitos governamentais, para manter a qualidade da água, diminuindo o número de doenças e promovendo mais qualidade de vida para a população. Participam do programa ampliando as discussões sobre o assunto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Organização Pan-Americana de Saúde e diversas entidades civis, como a Associação dos Serviços Municipais de Água e Esgoto (Assemae) e conselhos nacionais de Saúde e de Meio Ambiente.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: