Publicidade

Notícias de saúde

Triângulo Mineiro Suspeita de Novo Caso de Hantavírus

A Secretaria de Municipal de Uberaba, através da Vigilância Sanitária está aguardando os resultados de exames, que deverão estar prontos dentro de 15 dias, para confirmar a possibilidade de mais casos de hantavírus na cidade. Este é o terceiro caso notificado em Uberaba. As primeiras mortes foram registradas em abril e junho do ano passado.

As amostras de sangue foram enviadas para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo e, somente a partir da confirmação é que a Vigilância Epidemiológica poderá colher sangue de outras pessoas que estão no provável local da contaminação.

Segundo a Vigilância Epidemiológica de Uberlândia, os ratos urbanos podem estar transmitindo a doença no Triângulo Mineiro, fato que contraria a atual teoria da transmissão da hantavirose, que tem como único transmissor o roedor silvestre.

Em Uberlândia , desde o ano de 1998, já foram registrados sete casos da doença, com duas mortes e dois casos assintomáticos. Entre os doentes, dois deles não tiveram contato com a zona rural. Foram pesquisados na cidade os dados laboratoriais e epidemiológicos do paciente que morreu, como também, todos os passos pessoa durante os 45 dias anteriores.

Durante este ano, já foram confirmados 13 casos de hantavírus: sete deles em Uberlândia, um em Araguari, três em Tupaciguara e dois em Uberaba. Do total foram registrados cinco óbitos.

Copyright © 2000 BoaSaúde

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: