Publicidade

Notícias de saúde

Personagens bíblicos recebem diagnóstico de neurologista

Belo Horizonte, 28 de Novembro de 2001 (Bibliomed). O neurologista norte-americano Eric Altschuler, da Universidade da Califórnia, em San Diego, afirmou há alguns dias que o profeta bíblico Ezequiel pode ser o caso descrito mais antigo de epilepsia do lóbulo temporal. As pesquisas do médico sobre o assunto foram publicadas na revista britânica New Scientist.

Para o neurologista, Ezequiel apresenta todos os sintomas clássicos da epilepsia do lóbulo temporal, doença normalmente confundida com outros transtornos de ordem psiquiátrica. Ezequiel viveu há cerca de 2.600 anos e foi um dos quatro profetas maiores. Suas visões, que descreviam a queda de Jerusalém em 586 a.C., estão contidas no Antigo Testamento.

A epilepsia temporal é caracterizada por crises parciais, normalmente acompanhadas de uma sensação de sonhos, em que as coisas não são exatamente como deveriam ser. Pela descrição bíblica, o médico acredita que os sintomas neurológicos da doença são as alucinações, os períodos de ausência e as fases em que Ezequiel era incapaz de falar ou quando começava a escrever de forma compulsiva. Os discursos pedantes, para o Dr. Altschuler, também seriam características da doença.

Os resultados dos estudos do neurologista não foram publicados apenas na revista New Scientist, mas também foram apresentados durante um congresso de neurologia realizado na Califórnia no último dia 15. O Dr. Altschuler afirma que Ezequiel era extremamente religioso, mas bastante agressivo, ao contrário de outros personagens bíblicos marcados pela vida piedosa.

Segundo o médico, o diagnóstico de epilepsia ajudaria a compreender os escritos “impenetráveis” do livro de Ezequiel. O fato do caso ser antigo reforça a tese da origem genética da doença. A epilepsia é uma enfermidade que causa crises em suas vítimas. Durante estas ocasiões, o funcionamento do cérebro fica “desorganizado” e ocorrem verdadeiras crises elétricas.

O profeta Ezequiel não foi o único personagem bíblico estudado pelo Dr. Altschuler. Em outra pesquisa, o neurologista avaliou a vida de Sansão, apontado pelo médico como o primeiro caso conhecido de transtorno da personalidade anti-social. O diagnóstico foi baseado nas constantes brigas e guerras em que Sansão esteve envolvido. Ele se vangloriava por haver matado mil filisteus.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: