Publicidade

Notícias de saúde

Campanha quer identificar hipertensos em Minas

Belo Horizonte, 02 de Novembro de 2001 (Bibliomed). Identificar e cadastrar os portadores de hipertensão arterial (pressão alta) para garantir acompanhamento médico através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Esse é o objetivo da Campanha de Detecção de Hipertensão, que acontece entre os dias 5 e 14 de novembro, nos centros de saúde de Minas Gerais. A meta é medir a pressão arterial de 3,5 milhões de pessoas com mais de 40 anos.

Estima-se que 37% das pessoas com mais de 40 anos sejam hipertensas, ou seja, 1,3 milhão de habitantes somente em Minas. Na maioria dos casos, a pressão alta não provoca sintomas. Muita gente acaba convivendo com o problema durante anos, sem saber de sua existência.

Segundo o coordenador estadual de hipertensão, Alcy Moreira dos Santos, a ausência do diagnóstico pode gerar complicações progressivas, afetando o cérebro, os rins e o coração.

A pressão alta é um dos fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como arritmias, insuficiência cardíaca, infarto e derrame cerebral.

A Campanha de Detecção de Hipertensão em Minas faz parte de um conjunto de ações previstas no Plano Nacional de Reorganização da Atenção à Hipertensão Arterial e ao Diabetes.

E está sendo promovida pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais, em parceria com o Ministério da Saúde e secretarias municipais. O objetivo é garantir o acesso aos medicamentos e exames necessários ao tratamento dos hipertensos na rede pública.

Pressão Alta

A hipertensão caracteriza-se pelo bombeamento de sangue a uma pressão superior àquela encontrada na maioria das pessoas, de até 130/85 mmHg (milímetros de mercúrio, unidade usada para medir a pressão).

Pessoas com pressão arterial acima de 140/90 mmHg correm mais risco de ter problemas cardíacos, cerebrais e renais. A ação da pressão alta nos vasos sanguíneos provoca lesões e favorece o acúmulo de colesterol, dificultando a circulação do sangue.

A hipertensão afeta cerca de 20% da população brasileira e seus efeitos tendem a ser mais sérios em pessoas da raça negra.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: