Publicidade

Notícias de saúde

Frangos britânicos e alguns hambúrgueres argentinos estão contaminados por bactérias

Belo Horizonte, 05 de Setembro de 2001 (Bibliomed). Autoridades de saúde do Reino Unido informaram que um a cada dois frangos encontrados nos supermercados do país está infectado com uma bactéria bastante comum.

A Agência de Padrões Alimentares informou que a bactéria Campylobacter, que causa dores de estômago e diarréia, foi encontrada em comida congelada e fresca e nos frangos domésticos e importados em toda a região, com alta incidência na Escócia e na Irlanda do Norte.

Os níveis do agente patogênico nos frangos estão muito altos. Pouco se conhece sobre a bactéria, o que dificulta sua eliminação e controle. Uma análise realizada pelas autoridades de saúde, entre abril e junho deste ano, demonstrou que cerca de 46% dos frangos que passaram pelo processo estavam contaminados na Inglaterra, 42% em Gales, 75% na Escócia e 77% na Irlanda do Norte.

Outra pesquisa realizada recentemente pela British Broadcasting Corporation constatou que 69 entre 100 frangos originários da Inglaterra analisados estavam contaminados pela bactéria.

O órgão sanitário, responsável pela fiscalização de alimentos no Reino Unido, informou que o índice de contaminação por Salmonella foi o mais baixo dos últimos tempos, 5,8%.

A boa notícia indica que medidas de controle usadas pelas indústrias alimentícias para acabar com esse agente têm surtido efeito. A Salmonella pode ser fatal para crianças e adultos com sistema imunológico debilitado e é, geralmente, encontrada em ovos, carne e aves. Resta agora identificar meios para combater a bactéria Campylobacter.

Na Argentina, o alvo das autoridades sanitárias foi a rede McDonald's da cidade de Buenos Aires. Análises laboratoriais feitas em hambúrgueres de frango apontaram a presença da bactéria Escherichia coli 257, o que resultou no fechamento temporário de quatro lojas, embora a rede negasse a existência da contaminação. Normalmente, essa bactéria provoca diarréia forte e com presença de sangue, vômitos e dores abdominais intensas.

A rede nega a contaminação e critica o fato do próprio governo ter liberado a comercialização desse lote de hambúrgueres de frango. De acordo com a diretoria da rede na Argentina, a bactéria morre a 66 graus centígrados e, no McDonald's, os hambúrgueres são cozidos a 280 graus centígrados.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: