Publicidade

Notícias de saúde

Nelson Mandela luta contra câncer de próstata

Belo Horizonte, 15 de Agosto de 2001 (Bibliomed). Nas próximas semanas, o ex-presidente sul-africano, Nelson Mandela, vai passar por sessões diárias de tratamento de radioterapia. Aos 83 anos, Mandela recebeu o diagnóstico de câncer de próstata. Em uma operação realizada em 1990, grande parte da próstata de Mandela já havia sido retirada.

Desde o ano passado, no entanto, o ex-presidente vinha sendo acompanhado por médicos, que constataram altos níveis de um antígeno específico de próstata que indica o câncer.

Quase 21 mil brasileiros devem receber o diagnóstico de câncer de próstata até o fim deste ano. O Instituto Nacional do Câncer estima que cerca de 7,3 mil mortes devem ser provocadas no mesmo período. A próstata é uma pequena glândula, própria dos homens, com o formato semelhante a de uma noz. Localizada abaixo da bexiga, a próstata é atravessada pela uretra (canal que conduz a urina até a eliminação).

Com o passar dos anos, as células da próstata tendem a sofrer alterações que provocam um aumento do seu tamanho. Esse crescimento pode ser inofensivo ou não. O câncer se caracteriza pela proliferação desordenada de células em todo o órgão, que podem cair na corrente sangüínea ou linfática, e atingir outros órgãos. Em muitos casos, os pacientes não têm sintomas imediatos.

Diagnosticar precocemente o câncer de próstata – fator fundamental para o sucesso do tratamento – depende do exame urológico anual a partir dos 45 anos. Homens que já têm casos da doença na família ou que façam reposição de testosterona devem procurar o médico antes dessa idade.

A consulta inclui a conversa, exame físico, toque retal e encaminhamento para um teste que mede os níveis, no sangue, da proteína PSA fabricada pela próstata. O tratamento da doença pode ser feito com o uso de medicamentos, radioterapia e até a cirurgia para a retirada da glândula doente.

Nelson Mandela será submetido a sete semanas de radioterapia. Segundo o escritório dele, a doença não vai alterar a sua expectativa de vida, mas apenas exigir uma rotina com menos compromissos. Mandela acredita que vai vencer o câncer. Preso durante 27 anos, o ex-presidente batalhou durante toda a vida contra o regime do apartheid.

Prêmio Nobel da Paz, ele liderou a transição de uma África do Sul dominada por uma minoria branca para uma democracia total. O câncer de próstata também atingiu o arcebispo anglicano Desmond Tutu, que lutou contra a hegemonia branca na África do Sul enquanto Mandela esteve preso.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: