Publicidade

Notícias de saúde

Teleconferência discutirá saúde do trabalhador

São Paulo, 25 de Junho de 2001 (eHealthLA). No próximo dia 25 mais de 200 auditórios do SENAC/SESC/SESI em todo o País participarão do debate, via satélite, da Teleconferência Interativa para discutir a saúde do trabalhador no país. Iniciativa reunirá diversos especialistas – veja como participar.

Das 79 milhões de pessoas em condições de trabalho no país, cerca de 71 milhões estão na ativa; sendo 24 milhões com carteira assinada, 6 milhões entre profissionais liberais e empresários, e o restante – 41 milhões se dividem entre funcionários públicos e trabalhadores informais.

Levantamento do INSS relativo aos trabalhadores registrados (24 milhões) dá conta de que em 1.999 (últimos dados), houve no Brasil 393.946 (1.079 por dia) acidentes de trabalho, com 3.923 (11 por dia) mortes e 16.347 aposentadorias por invalidez; tornando-nos uma das 15 piores nações no setor e causando ao país prejuízos de R$20 bilhões – dinheiro que daria para construir 1 milhão de casas populares ou 70 mil escolas. Portanto, em média, cada acidente de trabalho no Brasil custa R$50 mil.

Esses números não abrangem a informalidade.Sabe-se, portanto, que os acidentes são pelo menos o dobro e que muita gente não pode se aposentar por invalidez profissional porque não tem carteira assinada.

Para os especialistas, o principal dos muitos fatores que dificultam a prevenção dos acidentes e doenças laborais é cultural : a falta de informação e de educação – também quanto à prevenção - é uma realidade nacional.

EVOLUÇÃO – Mas, acredite, o Brasil já foi pior. Nos últimos 20 anos minoraram os índices de acidentes e mortes. Desde então o mercado passou a conviver com profissionais especializados em criar mecanismos e programas educativos para proteger os trabalhadores; as indústrias sentiram a necessidade de adotar equipamentos de segurança e implementar políticas de segurança.

Um dos pilares que sustentaram a queda dos acidentes e mortes no país nesses últimos 20 anos são os SESMTs – Serviços Especializados em Segurança e Medicina do Trabalho, que congregam Técnicos e Engenheiros de Segurança do Trabalho, Médicos / Enfermeiros/ Auxilares de Enfermagem do Trabalho e outros profissionais.

GRATUITO - A Teleconferência, via satélite, gerada através da STV (TV SESC/SENAC) acontecerá das 19hs às 22h30 poderá ser acessada gratuitamente em dezenas de auditórios do SENAC/SESC/SESI em todo Brasil por todos os interessados.

COMO PARTICIPAR - Todos os interessados podem participar gratuitamente, perguntando e opinando, em qualquer dos auditórios SENAC/SESC/SESI envolvidos. Os endereços e contatos desses auditórios estão disponíveis no site www.animaseg.com.br ou através dos telefones (11) 5581-5556 / 270-2132 / 5072-3969.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: