Publicidade

Notícias de saúde

Técnica para desobstruir válvula do coração em mulheres grávidas é mais segura para os bebês

São Paulo, 25 de abril de 2001 (eHealthLA). Um estudo comprovou que a valvuloplastia (cirurgia para desobstruir uma válvula do coração) é a mais indicada para grávidas cardíacas. Menos invasivo do que o método tradicional, em que é preciso abrir o tórax da paciente, o procedimento reduz a mortalidade dos bebês em 83%. Seis vezes mais segura para os bebês, a técnica consiste em introduzir, a partir do quarto mês de gestação, um cateter em uma veia da perna e conduzi-lo até o coração. No órgão, o médico infla um balão colocado sob a válvula com defeito, que a dilata e permite a passagem do sangue.

O estudo, realizado pelo cardiologista José Augusto Marcondes de Souza, da Cardiologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) foi publicado no Journal of the American College of Cardiology. “O método dura apenas 40 minutos, reduz o tempo de internação, é realizado com anestesia local e o principal é que a chance de o bebê sobreviver é seis vezes maior”, afirma José Augusto.

Estudo

O estudo analisou 45 pacientes grávidas que apresentavam o diâmetro da válvula reduzido. Todas tinham sido atendidas no Hospital São Paulo, entre 1985 e 1995. A doença, conhecida por estenose mitral, ou seja, estreitamento da válvula do coração, pode levar à morte. Das gestantes estudadas, 24 se submeteram à cirurgia para desobstrução da válvula. Oito perderam os bebês. Já entre as 21 mães que passaram pela valvuloplastia, apenas um bebê morreu. Uma pesquisa realizada na Unifesp verificou que a taxa de mortalidade dos bebês de mães que passaram por essa técnica em vez da cirurgia tradicional caiu de 30% para 5%.

Estenose mitral

No Brasil, 2% das mulheres grávidas têm problemas de coração. A febre reumática, doença que aparece na infância e cujos sintomas são dores articulares e inflamação no coração, é responsável por 50% das complicações cardíacas durante a gravidez. A estenose mitral é uma seqüela da febre reumática e atinge 75% das pacientes com problemas decorrentes dessa doença.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: