Publicidade

Notícias de saúde

Estudo analisa mortes inexplicáveis em pacientes mentais internados na Inglaterra

São Paulo, 17 de abril de 2001 (eHealthLA). O governo da Inglaterra está financiando uma pesquisa para avaliar e identificar as causas mais freqüentes da morte de portadores de doenças mentais naquele país. Cerca de quatro mil pessoas morrem a cada ano em instituições psiquiátricas na Inglaterra, sendo que um paciente morre por semana devido ao que os especialistas chamam de “circunstância súbita ou inexplicável".

Nesse sentido, de identificar causas dessas elevada taxa de mortalidade sem explicações, está em curso uma pesquisa que durará 4 anos, dirigida pelo diretor do Serviço Nacional de Saúde Mental inglês, Louis Appleby. Segundo ele, “pretendemos explicar centenas de óbitos que têm causado sofrimento a muitas pessoas e intrigado os psiquiatras há várias décadas”.

“Queremos descobrir mais sobre as reações das drogas tranqüilizantes sobre o coração e outros tecidos a longo prazo e como os tratamentos com medicamentos variam de acordo com o sexo e passado étnico”, informa um dos participantes do estudo, o farmacologista Simon Thomas. O profissional acrescenta que “há chances de que algumas drogas causem mais problemas cardíacos do que outros tipos de tratamentos”. Para ele os pesquisadores tem capacidade de abordar o problema que ronda a psiquiatria há no mínimo trinta anos e será "recompensador se pudermos chegar a um consenso claro”.

Uma história

Artigo da publicação HEALTH SERVICE JOURNAL, publicado no dia 8 de março, a história de David “Rocky” Bennet que passou toda sua vida adulta entrando e saindo de hospitais, recebendo tratamento para esquizofrenia. Faleceu em 30 de outubro de 1998, aos 38 anos, anos após lutar com a equipe do ambulatório de uma unidade psiquiátrica em Norfolk, Inglaterra, em que dizia sofrer discriminação racial. Grande parte dos casos de causa inexplicáveis, são jovens como Bennet, negros, que recebem altas doses de medicação com problemas de saúde físicos subjacentes e sujeitos a técnicas de contenção.

"Há mais de uma década, os companheiros e parentes, privados do convívio de seus entes queridos devido a sua morte, queixam-se de que as mortes ocorrem devido a combinação fatal de vários fatores como insuficiente número de pessoas no atendimento ao paciente, racismo, abuso de autoridade e técnicas de contenção de pacientes, além de doses excessivas de drogas neurolépticas conhecidas como bombas químicas"

Médicos de várias especialidades, em Manchester, Newcasttle e Cardiff, estão recebendo subsídios do governo para conduzir o estudo que irá examinar detalhadamente cada óbito ocorrido no Sistema Nacional de Saúde em hospitais psiquiátricos privados. As equipes estarão analisando os óbitos e comparando os últimos tratamentos utilizados e dados de saúde de cada paciente.Espera-se que o estudo resulte em novas diretrizes mais rígidas tanto para a equipe de atendimento como para o uso de técnicas de contenção e medicação. Metade do trabalho já foi concluído e os resultados parciais devem ser apresentados a um conselho diretor em breve.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: