Publicidade

Notícias de saúde

Brasil: Homem morre vítima de raiva transmitida por morcego

São Paulo, 5 de Abril de 2001 (eHealthLA). O Instituto Pasteur de São Paulo registrou casos de raiva em humanos com diversas origens de contaminação no período de 1990 a 1998 no Brasil; dentre eles encontra-se 273 , cerca de 71% que foram provocados pelo cachorro e , ao morcego, coube 49 casos (12,8%), ocupando o segundo lugar na cadeia de transmissão da doença. Nesse ano surgiu o primeiro caso de morte pela doença na capital desde 1981.

Um homem morreu, vítima de raiva, no Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, há dias atrás. A informação foi divulgada pelo diretor-clínico do hospital, Vasco Pedrosa de Lima, e os exames realizados pelo Instituto Adolfo Lutz confirmaram a morte por raiva transmitida por morcego.

A vítima, que ficou três dias na UTI pode ter contraído a doença em Minas, onde esteve há cerca de três meses.Durante a viagem, ele esteve em contato com morcegos, quando foi contaminado.

Raiva

Doença que se manifesta no homem e em outros animais, a raiva ou hidrofobia, é provocada por um vírus da família Rhabdoviridae e acarreta lesões no sistema nervoso central.

Uma vez instalada a doença, ela é fatal. Sua transmissão ocorre por meio da saliva ou do sangue de animais contaminados.

A vacinação dos animais que podem ser o vetor do vírus é o meio mais eficaz de evitar a doença. Entre eles estão o cachorro, o gato e o morcego.

O tratamento é feito com soro ou imunoglobulina humana anti-rábica em quem não tomou a vacina anti-rábica antes de entrar em contato com o vírus.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: