Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Congresso Discute Uso de Suplementação Vitamínica para Evitar que Bebês Nasçam Defeituosos

São Paulo, 13 de março de 2001(eHealthLA). Um dos assuntos que prometem chamar a atenção dos 700 médicos que irão participar da X Jornada de Ginecologia e Obstetrícia da Maternidade Sinhá Junqueira, que acontece de 14 a 17 de março, em Ribeirão Preto, São Paulo, é a utilização de vitaminas durante a gestação para inibir a malformação do feto.

Segundo pesquisas, em média, a cada 700 crianças que nascem no Brasil, uma apresenta defeitos congênitos. Entre elas estão as espinhas bífidas (defeitos na coluna vertebral) e a anencefalia (falha no desenvolvimento do cérebro), que levam as crianças à morte.

“Estudos já comprovaram que a suplementação quando feita no início da gestação reduz a incidência de problemas no tubo neural”, explica o Dr. Antônio Moron, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Fetal, que fará palestra no dia 16, às 10h30.

As deformações no tubo neural são causadas principalmente pela carência de ácido fólico no organismo da mãe. Os dados disponíveis na literatura comprovam que a ingestão de ácido fólico apenas na dieta alimentar não reduz os risco de defeitos. Já os suplementos são comprovadamente mais eficientes.

Um estudo internacional realizado com 5.453 mulheres concluiu que o uso de suplemento vitamínico, contendo 0,8 mg de ácido fólico:

· Reduz o aparecimento de bebês com malformação do tubo neural;

· Diminui a incidência de partos prematuros;

· Melhora a qualidade do leite materno.

“Nas primeiras semanas, as alterações orgânicas da gestante são muito acentuadas, e somente com uma quantidade adequada de nutrientes ela vai conseguir dar o suporte necessário ao bebê sem prejudicá-lo”, ressalta Moron.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: