Publicidade

Notícias de saúde

Genoma: Parte Brasileira do Projeto Estudo Tumor

O Projeto Genoma Humano do Câncer da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Fapesp que foi desenvolvido em parceira com o Instituto Ludwig do Câncer já definiu alguns genes que nunca haviam sido identificados em seres humanos, somente em outros organismos. Entre os genes estão os chamados homeóticos que estão relacionados ao controle e desenvolvimento e diferenciação dos tecidos e um outro que participa na organização e dos neurônios no cérebro.

O câncer é uma doença que é determinada pela interação dos genes e o seu ambiente. Os genes ao serem alterados, ativados e silenciados podem provocar a doença por meio de uma multiplicação desordenada das células e a conseqüente invasão e destruição dos tecidos saudáveis.

Como primeiro passo será realizada uma série de ensaios funcionais. Assim será possível a introdução desses genes em células normais para que seja verificado se elas se transformarão em células malignas.

A Fapesp e o Instituto Ludwig do Câncer em São Paulo já investiram mais de US$ 20 milhões no projeto brasileiro, que tem entre os seus objetivos, a busca dos genes ativados em tumores de mama, intestino, estômago, cabeça e pescoço, como os de maior incidência .

Copyright © 2000 BoaSaúde

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: