Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Manchas na Face Podem se Intensificar no Verão

São Paulo, 1 de Março de 2001 (eHealthLA). O clima tropical brasileiro favorece muito o aparecimento de manchas na face, que são conhecidas pelo nome de Melasma ou Cloasma. Segundo a dermatologista Shirlei Borelli, do Hospital das Clínicas de São Paulo, este tipo de mancha ocorre principalmente em mulheres após os 25 anos.

“A causa exata é desconhecida, mas sabe-se que é agravada pelo uso de anticoncepcional, gravidez (por isso é chamada também de Mancha Gravídica) e cosméticos contendo hormônios”, explica a médica.

Em alguns pacientes pode-se associar com doenças hormonais como dos ovários e da tireóide. Não é causada só por hormônio feminino, porque alguns homens podem também ter estas manchas.

“O que é certo é que estes pacientes têm uma sensibilidade excessiva à claridade”, diz Shirlei. Segundo ela, não é só o sol direto que provoca as manchas, o mormaço da pessoa caminhando nas ruas e exposição muito direta à lâmpada fluorescente também causa as manchas.

Tratamento do Melasma

Filtros solares com FPS: maior que 15 devem ser usados e repetidos após 3 horas, mesmo que o paciente não vá ao sol, já que a luz indireta do mormaço e lâmpadas pode agravar a mancha.

Despigmentantes: Os melhores ainda são à base de hidroquinona e ácido retinóico. Outros produtos são usados como segunda opção: são o ácido kójico, arbutin, ácido azelaico, ácido glicolico e Vitamina C.

“O mais importante é não usar nada muito forte, que possa irritar a pele. Por isso, sempre que os produtos avermelharem muito o local, é sinal que está provocando inflamação e a mancha pode escurecer ainda mais”, explica.

Peelings: É válido fazer peelings leves mensais à base de Ácido salicílico, Resorcina, Ácido tricloroacético 10% ou Glicólico, para acelerar a melhora.

Segundo a especialista, o mais importante, no entanto, é uma grande motivação por parte do paciente, já que o tratamento demora, às vezes, alguns anos para a recuperação total já que os remédios não podem ser muito fortes e irritar o local.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: