Publicidade

Notícias de saúde

Decisão de Não Fazer Circuncisão Causa Arrependimento em Pais

NOVA YORK - (Reuters Health) - Os pediatras não aprovam a realização rotineira da circuncisão, mas a maioria dos pais nos Estados Unidos ainda opta pelo procedimento em seus filhos. Agora, uma nova pesquisa sugere que os pais que preferem não realizar a circuncisão ficam menos satisfeitos com sua decisão do que aqueles que optam pelo procedimento.

As descobertas sugerem ainda que um motivo da insatisfação pode ser que normalmente esses pais se sentiram menos informados sobre a circuncisão do que aqueles que escolheram sua realização. Eles também estavam menos propensos a ter conhecimento da opção por intermédio de seus médicos.

Robert Adler, da Universidade de Southern California, em Los Angeles, e sua equipe apresentaram suas descobertas na edição online de fevereiro de Pediatrics.

Em uma pesquisa com 149 famílias, Adler e sua equipe descobriram que os pais que não tiveram seus filhos circuncidados estavam duas vezes mais propensos a reconsiderar sua decisão mais tarde.

Cerca de 27 por cento se sentiram insatisfeitos com sua decisão, em comparação a 14 por cento dos pais que optaram pela circuncisão. No geral, 37 por cento dos pais sentiram que não receberam informações suficientes sobre a circuncisão, e os pais que rejeitaram o procedimento estavam mais propensos a se sentir dessa forma.

A circuncisão tem seus prós e contras. Foi demonstrado que o procedimento reduz as infecções do trato urinário de bebês e pode ajudar a prevenir o câncer peniano, uma doença rara. Por outro lado, muitos pais acreditam que a circuncisão causa dor desnecessária e em muitos países ela é raramente realizada.

A American Academy of Pediatrics (AAP) (Academia Americana de Pediatria) afirma que a circuncisão pode resultar em alguns benefícios à saúde, mas evidências não garantem sua realização rotineira.

A AAP também destaca a importância de dar às famílias informação "precisa e imparcial" sobre o procedimento.

Os resultados da pesquisa sugerem que uma melhor comunicação pode aumentar o grau de satisfação com a escolha da circuncisão, de acordo com Adler e sua equipe.

"Esse estudo não apóia nem sustenta a decisão de circuncisão, somente a necessidade de fornecer dados precisos e informativos aos pais e discutir e apoiar o processo parental de tomada de decisão", afirmaram os pesquisadores.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2001 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: