Publicidade

Notícias de saúde

Alemanha Pode Sacrificar Até 2 Milhões de Cabeças de Gado

01 de Fevereiro de 2001 (Bibliomed). O Ministério da Agricultura e da Proteção ao Consumidor da Alemanha, ávido por restabelecer a confiança do seu consumidor, abalada pela epidemia da doença da vaca louca, afirmou na quarta-feira que iria aderir ao plano da União Européia (UE) de sacrificar até 2 milhões de cabeças de gado.

Uma porta-voz do governo afirmou que as autoridades do país tinham decidido aderir ao plano da UE voluntariamente. Não foi divulgado, porém, o número exato de animais que seriam sacrificados.

O ministério afirmou anteriormente que até 400 mil cabeças de gado alemãs poderiam ser mortas no plano de abate, que é parte dos esforços da UE para responder ao pânico surgido entre os consumidores devido ao crescente número de casos da doença, conhecida também como encefalopatia espongiforme bovina (BSE).

"O número poderia ser muito menor que esse ou poderia ser maior", afirmou a porta-voz à Reuters.

Os planos prevêem oferecer aos criadores preços próximos aos de mercado. Ao menos 70 por cento do custo serão financiados pela UE. O valor restante será pago pelos países membros do bloco.

Estima-se que os abates custem cerca de 517 milhões de dólares aos cofres públicos.

O site do ministério, que fornece uma contagem sobre o número de casos de BSE confirmados, mostrava que já tinham sido detectados 25 animais doentes desde novembro no país.

Além da epidemia da vaca louca, a Alemanha viu-se acusada de usar antibióticos e hormônios proibidos em seus porcos.

O jornal Sueddeutsche Zeitung afirmou que a ministra alemã da Agricultura e da Proteção ao Consumidor, Renate Kuenast, estudava proibir antes da UE o uso de quaisquer antibióticos.

Kuenast afirmou ao jornal que a proposta do bloco europeu de banir o uso de tais substâncias em 2005 ou 2006 iria demorar muito para entrar em vigor.

No Estado da Baviera, 19 fazendas estão sob investigação devido à suspeita do uso ilegal de medicamentos na criação de porcos.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: