Publicidade

Notícias de saúde

Novas Drogas São Promissoras Contra HIV

31 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). Novas drogas contra o HIV, chamadas inibidores de fusão, que bloqueiam o vírus antes que ele invada a célula, podem oferecer uma alternativa segura e efetiva aos tratamentos existentes.

Duas drogas desta nova classe terapêutica -- conhecidas como T-20 e T-1249 -- estão sendo desenvolvidas pelas empresas farmacêuticas Trimeris e Hoffman La-Roche para pacientes que desenvolveram resistência a drogas ou não toleram as terapias atuais.

Dani Bolognesi, chefe executivo da Trimeris, disse à Reuters na segunda-feira que a empresa planeja buscar aprovação para a comercialização nos Estados Unidos do T-20 até o primeiro semestre de 2002 e que a droga poderia ser lançada até o final daquele ano.

De acordo com o executivo, o custo inicial da droga seria comparável à mais cara das 17 drogas anti-HIV que existem no mercado, mas os preços devem cair assim que a Roche aumentar a produção do remédio.

Em recentes estudos em seres humanos, o T-20 e o T-1249 mostraram que podem reduzir os níveis de vírus no sangue. A queda na carga viral tem sido associada a reduções na progressão da doença e nas mortes por causa da Aids.

Os resultados de três testes em seres humanos do T-20 e T-1249, divulgados na segunda-feira, também serão apresentados em breve em uma conferência científica, informaram a Roche e a Trimeris.

Os resultados preliminares dos testes que estão sendo realizados com o T-20 mostraram que a droga foi bem tolerada quando acrescentada à combinação padrão de anti-retrovirais e promoveu uma queda adicional na carga viral.

Neste estudo, 71 pessoas em estágios não avançados da doença receberam três doses do T-20 em combinação com um regime de abacavir (Ziagen), amprevanir (Agenerase), ritonavir (Norvir) e efavirenz (Sustiva). As pessoas foram divididas aleatoriamente em quatro grupos que receberam o regime regular de drogas mais uma injeção de placebo ou a terapia oral regular com duas injeções diárias de T-20.

Depois de 16 semanas, os pesquisadores observaram que os pacientes do grupo que recebeu a maior dosagem de T-20 mostraram a maior queda nos níveis de vírus no sangue.

O efeito colateral relatado com mais frequência foi irritação de branda a moderada no local da injeção e ocorreu em cerca de dois terços dos pacientes que receberam o T-20.

"Este é o primeiro estudo controlado a mostrar a segurança e a atividade do T-20 em combinação com outra terapia anti-retroviral", segundo Jay Lalezari, chefe do estudo e diretor do Quest Clinical Research Institute, em São Francisco.

O pesquisador acrescentou que os resultados estão de acordo com o trabalho que está sendo realizado com T-20 em pacientes com terapia extensiva anterior e doença em estágio mais avançado.

Os resultados com outro teste do T-20 em pacientes com HIV, conduzido em colaboração com o Pediatric Aids Clinical Trial Group do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, mostraram que o tratamento de curto prazo de crianças com o composto pode levar à rápida supressão dos níveis de HIV.

Estão planejados mais estudos do T-20 em crianças soropositivo.

Os resultados do primeiro estudo de outro inibidor de fusão T-1249 em pacientes adultos com HIV que já passaram por outros tratamentos, não recebendo qualquer outra forma de terapia anti-retroviral, mostraram a demonstraram a capacidade do produto de suprimir o HIV.

Neste estudo, 72 pacientes receberam o T-1249 por 14 dias, uma ou duas vezes ao dia. Os dados mostraram que os níveis de HIV caíram à medida que a dosagem de T-1249 aumentou.

Os resultados também apoiaram a dosagem única diária, informaram a Trimeris e a Roche.

Dois efeitos colaterais sérios possivelmente relacionados ao T-1249 ocorreram nos testes, incluindo reação de hipersensibilidade e redução de certas células brancas.

"O que já verificamos no T-20 e agora estamos vendo no T-1249 é que os pacientes que desenvolveram resistência às drogas disponíveis estão mostrando quedas substanciais em suas cargas virais", conforme Joe Eron da Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, e chefe do estudo com o T-1249.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: