Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Substância Reduz em 43% as Chances de Degeneração Macular

São Paulo, 30 de Janeiro (eHealthLA). A degeneração macular é uma das principais causas de cegueira no mundo, principalmente em indivíduos acima de 65 anos. Só para se ter uma idéia do impacto da doença, nos Estados Unidos, treze milhões de habitantes sofrem da degeneração. A doença destrói progressivamente a parte mais importante da retina. Ela se desenvolve a partir de microvasos que vão se formando na mácula (região central da retina).

Segundo Walter Takahashi, oftalmologista responsável pelo serviço de retina da Universidade de São Paulo, com o passar do tempo, os vasos vão se intensificando e, conseqüentemente, dificultando a visualização plena. "Debaixo da retina surgem vasos anormais que sangram, ferem a região e acabam produzindo uma cicatriz", explica o especialista. A visão borrada é o primeiro sintoma.

Substância Aliada

Pesquisas recentes indicam que pessoas que consomem regularmente frutas, legumes e verduras têm 43% a menos de chance de contrair doenças visuais, isso porque estes alimentos contêm luteína. Principal aliada contra a degeneração macular, a luteína é um carotenóide que age como um importante antioxidante, protegendo as células contra os efeitos nocivos dos radicais livres.

A luteína não é produzida pelo organismo, sendo suas principais fontes espinafre, couve, ervilha, brócolis e alface. As recomendações diárias da substância são de 2 a 4 mg por dia, dependendo dos níveis dietéticos de cada pessoa.

Tendência

Segundo recentes pesquisas feitas por laboratórios e instituições médicas internacionais, mulheres de olhos claros, que fumam e bebem, constituem no perfil das pessoas com maior probabilidade de desenvolver a degeneração macular.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: