Publicidade

Notícias de saúde

Colonoscopia é o Exame de Escolha para Detectar Pólipos

NEW YORK, (Reuters Health) - Nas pessoas que tiveram pólipos removidos cirurgicamente do cólon, o exame conhecido como colonoscopia superou outro exame na detecção de pólipos que podem se tornar câncer, relataram pesquisadores.

Neste estudo a colonoscopia detectou pólipos em 45% dos pacientes, enquanto a taxa para o outro exame, enema de bário com duplo contraste, foi somente de 26%.

Baseado nos achados, a escolha do exame para câncer colorretal pode precisar de uma reavaliação.

O estudo "tem fornecido pela primeira vez, fortes evidências que o enema de bário não é um exame muito efetivo para a descoberta dos tipos de pólipos que podem levar ao câncer", disse o Dr. Sidney J. Winawer, do Centro Memorial de Câncer Sloan-Kettering em New York, à Reuters Health.

Depois dos 50 anos, a Sociedade Americana de Câncer recomenda que todos homens e mulheres sejam submetidos regularmente ao exame para câncer colorretal. Colonoscopia e enema de bário são dois dos vários métodos recomendados para examinar o cólon em busca de pólipos. Durante a colonoscopia, um flexível, tubo oco iluminado chamado colonoscópio é inserido através do reto em direção ao cólon. O colonoscópio é conectado a uma câmera de vídeo que permite o médico ver dentro do cólon.

Durante o enema de bário, primeiro um clister é feito para limpar o intestino, e então o cólon é parcialmente preenchido com uma substância branca em pó chamado de sulfato de bário. Uma vez a substância distribuída através do cólon, o raio-x pode ser executado para visualizar o cólon. O bário ajuda a esboçar o contorno do cólon, tornando qualquer anormalidade evidente ao raio-x.

O estudo incluiu 580 pessoas que submeteram-se ao enema de bário e colonoscopia em um total de 860 exames. Além de detectar mais pólipos do que o enema de bário, a colonoscopia foi mais apta a detectar adenomas, o tipo de pólipo que é mais propenso a tornar-se câncer. O enema de bário detectou apenas 39% de adenomas que foram acusados pela colonoscopia, relataram o Dr. Winawer e colegas ao The New England Journal of Medicine. O adenoma volumoso, aumentou as chances de ser detectados pelo enema de bário, mesmo assim o exame somente detectou cerca de metade dos adenomas volumosos em relação a colonoscopia.

O enema de bário deveria ser usado somente quando a colonoscopia não é possível, como no caso de obstrução no cólon que impede uma visão completa do cólon, conclui o Dr. Winawer.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: