Publicidade

Notícias de saúde

Avanços Genéticos Geram Preocupações Sobre

15 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). Um macaco geneticamente modificado e um vírus letal criado pelo homem, antes restritos à ficção científica, se tornaram realidade e estão despertando preocupações de que a ciência está fora de controle.

Um dia após a notícia de que pesquisadores australianos criaram acidentalmente um vírus animal assassino com tecnologia que pode ser usada contra humanos, cientistas norte-americanos anunciaram a criação de ANDi -- o primeiro macaco geneticamente modificado.

Os criadores de ANDi disseram que o pequeno primata pode acelerar a cura de doenças humanas como câncer e Alzheimer.

Mas mexer com os genes dos parentes mais próximos do homem e alterar os vírus para aumentar sua potência despertaram nos cientistas a preocupação de que alguns pesquisadores podem ter ido longe demais.

"Sem dúvida, todas as regras necessárias não estão sendo cumpridas, mas não tenho certeza se sabemos exatamente o que temos que fazer ainda", disse Christopher Exley, pesquisador de ética da Universidade Keele, na Grã-Bretanha.

"Sempre existirão pessoas irresponsáveis, quase como vilões de filmes de James Bond, que estão por a" e querem fazer algo diferente. Acho que tudo o que podemos fazer é dar o melhor para regular isso e nos certificar que tudo está o mais claro possível", acrescentou Exley.

Talvez o prêmio Nobel da Paz Joseph Rotblat seja mais consciente que os pesquisadores sobre os potenciais perigos que envolvem os avanços científicos.

O físico nuclear polonês trabalhou no Projeto Manhattan, responsável pelo desenvolvimento da primeira bomba atômica, e tem passado 40 anos lutando contra armas nucleares.

"Quase todos os avanços científicos que têm beneficiado a humanidade também têm criado perigos e isso pode ser aplicado tanto de um lado como do outro", disse Rotblat à Reuters.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: