Publicidade

Notícias de saúde

Hormônio Pode Esclarecer Distúrbios Alimentares

12 de Janeiro de 2001 (Bibliomed). Cientistas japoneses estão a um passo de entender como um hormônio informa ao cérebro que é hora de comer. As descobertas podem ajudar os pesquisadores a entender os distúrbios alimentares.

O hormônio chamado ghrelin tem sido estudado por pesquisadores de universidades e de indústrias farmacêuticas nos últimos anos. As últimas descobertas, publicadas na edição de 11 de janeiro da revista Nature, sugerem que o hormônio pode regular o crescimento do corpo, disparando a fome e liberando o hormônio do crescimento a partir do cérebro.

A equipe de Masamitsu Nakazato, da Faculdade de Medicina Miyazaki, no Japão, descobriu que injetar ghrelin no cérebro de ratos fez com que os animais comessem mais e ganhassem peso. Por outro lado, bloquear o hormônio reduziu o apetite dos animais.

Em estudos sobre o cérebro, os pesquisadores demonstraram que o hormônio estimulou as células nervosas em regiões como o hipotálamo, envolvidas no controle do comportamento alimentar.

Os pesquisadores também descobriram que o ghrelin parece agir em oposição à leptina, também chamada 'hormônio da obesidade', que comunica ao corpo o momento de parar de comer.

Conforme os autores, a atividade do hormônio pode reforçar os processos de crescimento. A equipe sugeriu que mais estudos sobre o hormônio poderiam ajudar os pesquisadores a entender o comportamento e investigar os distúrbios alimentares.

Copyright © 2001 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: