Publicidade

Notícias de saúde

Brasil: Cientistas Divulgam Pesquisa Sobre os Malefícios do Sal

São Paulo, 5 de Janeiro de 2001(eHLA). Segundo uma pesquisa americana publicada no New England Journal of Medicine, diminuir radicalmente o consumo de sal pode ser melhor para saúde do que se imaginava. Os resultados foram tão importantes que os pesquisadores acreditam que certas pessoas hipertensas poderiam até parar de tomar remédios se diminuírem a presença do sal em suas dietas.

Mais de 7 milhões dos pelo menos 12 milhões de hipertensos brasileiros não sabem que têm a doença, e apenas 2,7 milhões deles estão em tratamento, segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH). As estatísticas mostram que cerca de 20% da população mundial tem a doença, que está homogeneamente distribuída entre países ricos e pobres.

A hipertensão é a pressão alta, acima dos limites considerados normais, de 140/90 mmHg. Segundo o nefrologista Agostinho Tavares do Hospital do Rim e Hipertensão, em São Paulo, a hipertensão é a principal causa do infarto, do derrame e dos problemas nos rins. Sua causa ainda não é bem definida, mas se conhecem os fatores que aumentam as chances de a pressão subir. “Quem é obeso, tem diabete, fuma, é estressado, come muito sal, abusa do álcool, tem vida sedentária, ou é filho de hipertensos está no grupo de risco”, explica Tavares.

Pesquisa

Os pesquisadores, da Universidade de Harvard e do Instituto Nacional do Coração, Sangue e Pulmão, nos Estados Unidos, queriam descobrir o que acontece com a pressão sangüínea de pessoas que fazem dietas com presença diferenciada de sal. Os 412 participantes foram divididos em dois grupos de dieta: a primeira, tipicamente americana; a segunda, rica em frutas, vegetais e laticínios pouco gordurosos.

As pessoas seguiram o programa alimentar durante 30 dias, alternando três níveis diferentes de sal: 3.300 miligramas por dia (a média americana), 2.400 miligramas (o máximo recomendado pela Associação Cardíaca Americana) e 1.500 miligramas. Os participantes do segundo grupo apresentaram uma redução quase duas vezes maior do que o primeiro.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: